MS Cidades

Versão Mobile
Notícias
25/04/2013 - 08:30 | Atualizado em 25/04/2013 às 09:58

Glória de Dourados reinicia trabalho de coleta seletiva

Agentes de saúde receberam orientações para repassarem a comunidade a respeito do que é coleta seletiva e reciclagem

 
Versão para ImpressãoVersão para Impressão
 
Wilson Amaral
Agentes recebendo das técnicas orientações para serem repassadas a comunidade

 

O município de Glória de Dourados através da Secretaria Municipal de Saneamento Básico (SEMUSB), Departamento de Resíduos Sólidos e Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável (SEDS), Divisão de Meio Ambiente, irá retomar o programa de coleta seletiva de resíduos sólidos domiciliar no mês de maio. A coleta seletiva é um sistema de recolhimento de materiais recicláveis que são separados nas residências, escolas, indústrias, igrejas e comércio, que podem ser reutilizados ou reciclados.


A técnica responsável pelo Departamento de resíduos sólidos Maria Apª da Silva Moura, juntamente com a Bióloga Maria Aparecida Furtuoso Gomes estiveram reunidas com as agentes de saúde do município na sala de múltiplo-uso no Defap.  A parceria com a secretaria municipal de saúde através dos agentes de saúde é muito importante neste trabalho, pois as agentes de saúde realizarão no decorrer do mês uma ação de sensibilização e orientação para os moradores de como fazer a coleta seletiva do lixo, principalmente com as donas de casa, pois, elas são as responsáveis pela separação do material em seus lares e podem contribuir com as mudanças de atitudes em relação ao manejo correto dos resíduos no âmbito familiar, normalmente são elas as responsáveis pelas compras de casa como supermercado, vestuários, entre outras, e é nessa etapa que se inicia a redução da geração de lixo. Como por exemplo, substituir a sacola de plástico por uma sacola de pano ou por uma caixa de papelão.


É importante sensibilizar as pessoas no sentido de estarem colaborando com a coleta seletiva, pois os materiais como papel, plástico, vidro e metal quando separados nas residências por estarem limpo tem um maior potencial de aproveitamento no mercado. Também é fundamental o desenvolvimento de um processo educativo na gestão dos resíduos sólidos, pois só assim é possível a construção de novos conceitos e valores em relação ao lixo domiciliar. 


De acordo com a LEI Nº 12.305, DE 2 DE AGOSTO DE 2010, em 2014 a coleta seletiva será obrigatória para todos os brasileiros, isto porque todos os municípios terão de se adaptar à Política de Resíduos Sólidos que proíbe os lixões e o descarte de resíduos nos aterros sanitários que possam ser reciclados ou reutilizados. Através "da coleta seletiva podemos separar os materiais recicláveis dos não recicláveis", uma parte pode ser reaproveitada deixando de se tornar uma fonte de degradação ao meio ambiente e tornando-se uma solução econômica e social, passando inclusive a gerar emprego e renda, sendo que boa parte deles retornam para o processo produtivo, diminuindo a quantidade de lixo no meio ambiente, que já está supersaturado e profundamente abalado.


Durante a reunião as agentes de saúde receberam orientações para repassarem a comunidade a respeito do que é coleta seletiva e reciclagem, e como funcionará a coleta seletiva que será realizada duas vezes na semana, sendo que nas terças-feiras será realizada a coleta seletiva do lado nascente da cidade, enquanto que nas quartas-feiras será realizada a coleta seletiva do lado poente da cidade.

Quanto à coleta normal do resíduo orgânico (restos de comida, cascas de frutas, pó de café, etc.) e resíduo de banheiro (papel higiênico, fraldas descartáveis, etc.) será realizada da seguinte forma: Lado Nascente será na segunda, quarta e sexta-feira.Lado poente será na terça, quinta e Sábado.


É importante lembrar que a qualidade de vida e a saúde da comunidade têm relação direta com as condições de ambiente em que vivem e o lixo é uma ameaça à saúde das pessoas, por ser moradia de vetores transmissores de doença.

 

De acordo com o prefeito Arceno Athas Júnior (PSB) quando iniciou o funcionamento da coleta seletiva em 2010, causou dúvidas na população gloriadouradense, porém, a rápida aceitação fez com que virasse um dos projetos mais importantes da administração municipal,pois a partir daí nasceu a necessidade do aterro sanitário e que vamos inaugurar em maio, é um bem enorme para o meio ambiente, é qualidade de vida e saúde para todos, hoje em dia a coleta seletiva é indispensável, num futuro muito breve todas as cidades terão que ter esse sistema, e aqui já funciona, servindo de exemplo para outros municípios, agradeço a população e a todos que estão desenvolvendo este projeto, como diz o ditado, juntos somos melhores e mais forte, e é assim que devemos caminhar sempre", concluiu o prefeito. 

 
Versão para ImpressãoVersão para Impressão